entrar


O sistema agroflorestal da Marlene



                        

Experiência: O sistema agroflorestal da Marlene

Chamada: Experiência em sistema agroflorestal em assentamento rural no interior do estado do Rio de Janeiro

Ano Publicação: 2009

Marlene Assunção é uma agricultora experimentadora assentada no assentamento de Aldeia Velha, antiga Fazenda Boi Branco, em Silva Jardim. Marlene mora com o marido, com sua irmã, sua filha e seu sobrinho. Iniciou seus trabalhos agroecológicos por meio de sua relação com a Associação Mico-Leão-Dourado, onde teve a oportunidade de vivenciar algumas das práticas agroecológicas. Foi a partir destas vivências que Marlene resolveu implantar um sistema agroflorestal nas proximidades de sua casa, em uma área de morro altamente degradada que tinha um pouco de limão plantado. Marlene assim como a grande maioria dos agricultores da região manejava sua terra a base de queimada, e algumas vezes a base de herbicidas. Por este motivo, a área escolhida para iniciar a experiência agroflorestal se encontrava com baixa fertilidade e amplamente dominada pelo capim sapê. Sua curiosidade em experimentar, surgiu do desafio de recuperar a fertilidade do seu solo e de eliminar o sapê sem a utilização de adubação química ou de herbicidas. Neste contexto foi que Marlene implantou sua agrofloresta, obtendo resultados, que segundo ela mesma, não esperava. Marlene conseguiu vencer o sapê após capiná-lo manualmente e plantar logo em seguida um coquetel de sementes a base de guandu e feijão-de-porco, que ao mesmo tempo em que competiam com o sapê, recuperavam a fertilidade do solo. Junto com esta adubação verde, Marlene plantou banana, pupunha, abacaxi, quiabo, gergelim, jaca, graviola, árvores nativas, entre outras espécies. Atualmente Marlene tem colhido bastante limão (que estavam muito doentes antes da implantação do SAF), banana, palmito pupunha, lenha e cabos para ferramentas nesta área, eliminou o sapê por completo e agora trabalha somente com o facão ao invés da enxada. Marlene está aumentando a área de agrofloresta dela com o principal argumento de melhorar as condições de seu solo. Trabalha com ela na agrofloresta sua irmã Neinha, e seu marido que anteriormente era contra a experiência hoje já aceita a multiplicação da mesma pelo sítio.
Autor(es):

Articulação de Agroecologia Serramar
Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu
Associação Mico-Leão-Dourado

Relator(es):

Articulação de Agroecologia do Rio de Janeiro

Anexos
  frm_exp_geral_ex_anexo ()
  frm_exp_geral_ex_anexo ()

Áreas Temáticas
 Sistemas Agroflorestais e Agroextrativismo
 Desenvolvimento Rural
 Acesso à Terra
 Assentamento Rural

Áreas Geográficas
 Silva Jardim
  Sistemas Agroflorestais e Agroextrativismo
  Desenvolvimento Rural
  Acesso à Terra
  Assentamento Rural

Comentários
Nome E-mail Comentário Data Inclusão